A importância da vacina antigripal para imunização contra o vírus influenza

Saiba como cuidar da saúde com a vacinação antigripal e prevenir-se contra a gripe H1N1

Como proteger a saúde e se prevenir contra contra influenza H1N1

Uma das características do início do inverno é a chegada de frentes frias. A estação, além de influenciar no cotidiano das pessoas, causa aumento da ocorrência de gripes, como a Influenza ou H1N1. Doença provocada por uma mutação do vírus, conhecido antes por gripe suína, pelas descobertas em porcos, até a evolução para complicações que podem levar o homem à morte.


Considera-se de extrema importância que as ações de prevenções devem ser mantidas sempre. A vacinação contra a gripe é a forma mais eficaz para a redução do impacto da doença. A medida é uma forma de controlar a circulação do vírus que se propaga com novas cepas que requerem monitoramento frequente e reformulação da vacina a cada ano.

Devido à mutação do vírus é necessário vacinar-se anualmente. Importante também manter hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente com água e sabão, ou usar o álcool em gel, evitar tocar os olhos, a boca e o nariz após o contato, e locais de pouca ventilação e aglomerações. Estes cuidados são fundamentais para evitar a propagação do vírus, que debem ser adotados como rotina no cotidiano das pessoas.

Cuidados essenciais no dia a dia para prevenir contra a Gripe A

Cuidados para prevenir contra a Gripe A

O período de incubação do vírus da gripe é de 1(um) a 7(sete) dias. A transmissão pode se dar antes dos sintomas, muito parecidos com os da gripe comum, com diferença na intensidade. É imprescindível ficar atento aos sintomas como dores no corpo, na cabeça e garganta, assim como o surgimento de febre e coriza. E na evolução clínica quando ocorrer falta de ar, persistência da febre e prostração. Nestes casos deve-se procurar um médico o mais breve possível.


Quais os efeitos colaterais da vacina antigripal?

De modo geral, a vacinação antigripal não causa qualquer tipo de desconforto. Em casos extremamente individuais, algumas pessoas podem apresentar estado febril, mal estar e um pouco de dor no local da aplicação.

Quem pode tomar a vacina? Todos as pessoas acima de 6 meses de idade.

Quem não pode tomar a vacina? Pessoas com alergias à proteína do ovo, está em tratamento com antibióticos ou apresenta estado febril. No caso de dúvidas, procurar orientação médica.

Quanto tempo leva para a vacina fazer efeito? Em média de duas a três semanas.

Vale ressaltar que as informações deste Artigo não substituem as orientações médicas, somente a nível de informação e conhecimento para auxiliar as pessoas a evitar a contaminação por este tipo de patologia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *